Yasuda e Marítima participam da Noite do Bem

A Yasuda e a Marítima participaram da Noite do Bem, um jantar beneficente realizado no último dia 25 de novembro pelo Instituto Aon. O evento teve como objetivo arrecadar fundos para instituições que cuidam de crianças em comunidades carentes em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Para Eduardo Garcia, diretor de Operações da Yasuda Seguros, a Noite do Bem é um exemplo clássico de que é possível fazer o bem ao próximo e construir um Brasil melhor. “Parabenizamos o Instituto Aon por essa importante iniciativa, é um privilégio para nós fazer parte dessa ação beneficente”, comenta.

“A interação de diferentes agentes em prol de uma causa que trará mais qualidade de vida e condições de estudo e trabalho à população carente é uma mostra de como a mobilização pode propiciar uma transformação importante num grupo significativo de pessoas”, acrescenta Mario Jorge Pereira, diretor Executivo da Marítima Seguros.

A cerimônia de abertura do evento foi realizada por Marcelo Munerato, presidente da Aon Brasil e José Felipe Vieira de Castro, presidente do Instituto Aon. Para Munerato o evento é uma demonstração evidente do poder que uma causa social tem de reunir as pessoas.

Durante a noite, os convidados assistiram a apresentação de um coral composto apenas por crianças carentes beneficiadas pelo instituto, e participaram do esperado leilão, comandado pelo piloto Rubens Barrichello. O valor arrecadado com as vendas dos capacetes e macacões será revertido para o Instituto Barrichello Kanaan. Já a dupla Fernando & Sorocaba, por sua vez, subiu ao palco para leiloar instrumentos musicais em prol do Grupo GEMA.

As instituições apoiadas pela Noite do Bem são: Grupo Gema, que mantém o projeto Núcleo Sócio Educativo Vila Riso, que oferece educação de qualidade a crianças de famílias carentes moradoras da região; Fundação Márcio Brandão, instituição que assiste mais de 60 crianças no Jardim Iporanga,em São Paulo; Objetivo Creche Viva, que presta assistência a mais de 340 crianças na comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro; e a Unilehu, instituição que promove a valorização da diversidade através de ações inovadoras para inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.

FONTE: Revista Apólice

RevistaApolice_112610