O que elas querem é: assistência

Sejam os serviços desenvolvidos especialmente para o público feminino ou não, as decisões femininas levam em conta os diferenciais e benefícios na hora da contratação

Multitarefa. É essa a definição que mais se ouve sobre mulheres nos tempos atuais. Elas têm que arrumar tempo para desenvolver atividades profissionais e domésticas de maneira equilibrada. As que têm seguro podem contar com a ajuda das companhias no cotidiano e terceirizar aquelas tarefas que ou não têm tempo de realizar ou que surgem como imprevistos em caso de doença, problemas no trânsito, impossibilidade de buscar crianças na escola, entre outros imprevistos.
O serviço mais comentado entre as mulheres é o chamado “Marido de Aluguel”. Ele vem em diferentes formatos nos desenhos das seguradoras, mas pode ser acionado caso a cliente precise de colocação de prateleiras, conserto de encanamentos ou partes elétricas da casa, serviços de help desk, entre outros. Essas possibilidades de reparos para a residência são assistências que, muitas vezes, estão presentes também em produtos contratados por homens, mas são elas que utilizam mais esses benefícios, já que prestam muita atenção nisso no momento da contratação. Pelo menos é o que afirma Illyria de Godoy Xavier, superintendente Comercial Marítima/Yasuda: “para ser percebida como importante, a assistência precisa ajudá-las a desenvolver esses múltiplos papéis”. Para ela, as mulheres querem “tomar conta de tudo”, por isso os produtos que contam com diferenciais que podem ajudá-las a facilitar o cotidiano têm tanto apelo.
Ana Ferreira, coordenadora de Serviços e Benefícios do Porto Seguro Auto, conta que a companhia estudou essas particularidades para desenhar, em conjunto com as seguradas, um produto específico. “Já tínhamos uma série de serviços, mas percebemos a necessidade de estar mais presente no dia a dia de nossas clientes”, explica. O Auto Mulher da Porto Seguro procura oferecer diferenciais para que elas se sintam cuidadas. Um deles é a cobertura para cadeirinhas de bebê. Em caso de roubo e furto do veículo, além da cobertura de costume, a segurada tem direito à reposição do item. Para Ana, esses detalhes fazem a diferença.
“48% de nossa carteira é composta por mulheres. As assistências têm aumentado muito, principalmente as de help desk para smartphone, tablet e configuração de smart TV. É a variação de serviços que permite à segurada ter flexibilidade”, afirma.
“A Brasil Assistência foi a primeira companhia a investir na costumização de produtos voltados ao público feminino”, conta Fátima Moalla, gerente de Novos Negócios da companhia. “Levamos em conta o contexto atual das brasileiras que conciliam casamento, filhos, trabalho e estudos. Pensando nisso, foi desenvolvido um produto com soluções combinadas de conveniência à mulher, sua casa, seus filhos e seu veículo. Ao todo, são 23 serviços, que podem ser agregados aos produtos de outras empresas”, destaca.
Por sua diversidade de auxílios, o seguro de automóveis é, sem dúvidas, o que possui um portfólio com mais opções. Parte disso vem não só da quantidade de mulheres que contratam, mas também das que e ajudam nas decisões. “Mesmo não sendo segurada, influenciam na contratação do seguro, indicam o serviço e têm grande poder de persuasão dentro do lar”, explica Ana. A executiva Fátima endossa essa afirmação: “a assistência Auto é a mais solicitada”. “Mesmo que seja o marido ou filho que solicite a assistência, temos registrado que em muitos casos eles o fazem por pedido da mulher ou mãe, ou seja, quem identifica a necessidade de se acionar é, em grande parte das vezes, a mulher”.
Dentro desse público, muitas são as nuances. As mulheres têm características em comum, mas também existem muitas particularidades. As solteiras, por exemplo, têm necessidades diferentes e, muitas vezes, menos chances de poder contratar um seguro. “Pensamos também em mulheres que moram sozinhas ou têm filhos pequenos, elas precisam muito desse tipo de assistência”, conta Illyria.
Segundo pesquisa realizada pela Funenseg sobre as mulheres no mercado de seguros, as consumidoras são mais detalhistas e têm mais necessidade de entender o produto dentro de um contexto prático, sabendo exatamente para qual fim ele é determinado antes da contratação. Por outro lado, elas podem ser mais influenciadas por campanhas publicitárias mais emocionais.

Os homens tendem a preocupar mais com as coberturas referentes aos veículos, já as mulheres se atentam a todos os serviços oferecidos, conferindo as condições gerais das apólices, ficando mais cientes dos benefícios que têm e, por consequência, acabam utilizando mais. Fátima enfatiza ainda que “a mulher valoriza a forma de apresentação – uniforme, ferramentas em ordem, organização etc. – pois isso o serviço especializado transmite a segurança e confiança que elas precisam para deixar suas casas aos cuidados do profissional”.
Família
Poder compartilhar as facilidades do plano que contrata também é de grande importância para o público feminino.
A Porto Seguro aposta nisso quando disponibiliza os serviços de assistência mesmo quando a segurada não está utilizando seu próprio carro ou está em outra residência. Ana explica que a segurada pode solicitar a assistência residencial para outra casa que não seja sua e necessite de reparos. “Da mesma forma, ela pode pedir socorro para um veículo que não seja seu, acionando os serviços que constam em sua apólice”, pontua.
A diferença de perfil também é visível nos planos de vida. “O seguro de vida para mulheres é cerca de 20% mais barato. Há cobertura de doenças graves. Além dos tipos de câncer que são mais comuns às mulheres, cobrimos AVC e infarto, porque hoje elas são tão vítimas desses problemas quanto os homens”, conta Illyria, da Marítima.
Dentro das assistências das apólices de vida estão presentes os cuidados e a prevenção na aérea de saúde. A Marítima possui assistências que as mulheres procuram muito, como o Programa de Saúde e Bem-Estar, que ajuda a descobrir informações essenciais para sua saúde, como o perfil nutricional com Índice de Massa Corpórea (IMC) e questionário que tem como finalidade mapear o histórico nutricional e de hábitos alimentares da segurada. A partir disso, elas têm acesso a um cardápio de acordo com o que ela precisa. O interesse por essas questões é o que faz com que o custo de suas apólices seja mais baratos. As mulheres têm mais interesse na prevenção do que os homens, facilitando a descoberta e cura de um eventual problema.
Em caso de doença, as seguradoras também oferecem serviços como baby sitter, remoção médica e transporte escolar, pensando nas mães que não puderem realizar as tarefas cotidianas junto com seus filhos. Isso é importante também quando verificamos que aproximadamente 35% das chefes de família hoje são mulheres e, desse percentual, algumas são as provedoras por ganharem mais e outras por serem a única fonte de renda da casa.
Ao que tudo indica, o setor de seguros ainda reserva muitos produtos voltados para esse público. Da mesma forma que as companhias acompanhavam as mulheres em suas satisfações pessoais e domésticas, hoje investem em produtos que possam auxiliá-las fora do ambiente caseiro. “Entendo que fornecer serviços e assistências para mulheres é algo que deve continuar e crescer. É preciso ter produtos específicos que atendam essa demanda. Só que é preciso entender também que a mulher hoje, diferente de antes, tem diversas tarefas e um comportamento de compra peculiar, que deve ser observado”, esclarece Illyria. A peculiaridade vem de a compradora esperar outras coisas além da indenização. “Quando a mulher compra seguro ela não pensa em reposição, mas em proteção”, ressalta Illyria. Isso demonstra que os produtos precisam ser bem elaborados para agradar às consumidoras mais exigentes.
Ana destaca ainda o que acredita ser a palavra-chave do comportamento de compra das mulheres: “informação”. A executiva conta que o público feminino precisa ter mais conhecimento sobre o que está comprando, “especialmente quando se trata de um produto de residência”, conta. Illyria concorda com esse posicionamento e completa: “A mulher é muito mais detalhista. Isso faz parte dela. Por isso, consulta muita gente e tem que se sentir segura na hora de comprar seu produto. Mas se mesmo assim ele não atender essas expectativas, ela procurará outro rapidamente”.
Veja alguns serviços disponíveis no mercado elaborados especialmente para a mulher, ou ainda os que têm impacto direto na vida das seguradas:

Seguro Auto
Na carteira de automóveis, as mulheres tendem a ter colisões mais leves, que causam menos prejuízos. Isso ocorre principalmente porque elas apresentam um comportamento mais comedido e cauteloso. Por isso, contam também com ampla cobertura dos serviços adicionais:
Acompanhante à delegacia – Em situações como roubos e furtos de veículos, uma pessoa especializada é enviada pela companhia e ficará ao lado da mulher auxiliando com os procedimentos necessários.
Serviços ilimitados – Diferente de outros segurados, as mulheres podem comprar apólices que contém serviços ilimitados de guincho, troca de pneus e manutenção para seus automóveis.

Mo t o r i s t a
Amigo – Assistência que já é um clássico, em algumas seguradoras contam com uma abordagem e um atendimento especial às mulheres. Os motoristas das companhias acompanham as seguradas em momentos em que elas estão impossibilitadas de dirigir.
Primeira Revisão – A companhia leva o carro para a primeira revisão e o traz de volta sem nenhum custo adicional.
Transporte Escolar – Serviço que leva e busca os filhos da segurada na escola, com acompanhamento de algum outro familiar.

Seguro residencial
As apólices contam com especialistas para realizar tarefas de mais dificuldade em casa, otimizando o tempo feminino e diminuído a quantidade de preocupações:
Marido de Aluguel – As companhias têm desenvolvido cada vez mais assistências para questões de necessidades cotidianas. Os maridos de aluguel consertam tudo em casa, desde tarefas simples como colocar um quadro ou uma cortina até mais complexas, como instalações elétricas.

Chaveiros, eletricistas, encanadores e técnicos de informática estão entre os profissionais credenciados para realizar manutenções.
Segurança – As mulheres também podem contar com descontos para adquirir sistemas de segurança, como câmeras e alarmes para proteger sua casa.
Fitness – Elas também podem contar com abatimento de 15% a 50% em matrículas e mensalidades de academias.
Sustentabilidade – Sabendo que o meio ambiente é um tema que chama a atenção e percebendo o interesse as mulheres em sustentabilidade, companhias promovem a conscientização com opções de descarte consciente de lixo nas residências.
Pet – Os animais de estimação costumam ser considerados membros da família. As apólices já contam com proteções como consultas e atendimentos 24h em caso de emergência animal, além de cobrir despesas com morte e funeral, acidentes e danos causados a terceiros. As mulheres são as que mais levam em consideração essa cláusula no momento de adquirir as apólices.
Seguro de Vida

Assistência à residência, como é comum na maioria das apólices, também consta naquelas que são direcionadas às mulheres. Além disso, outros benefícios para saúde e bem-estar também figuram entre os serviços de Vida:
Segunda opinião médica – A mulher que recebe algum diagnóstico de seu médico pode solicitar à seguradora que envie seus resultados de exames a outro médico credenciado pela companhia.
Lazer – Tendo um seguro de vida, também é possível obter descontos em eventos culturais. Algumas seguradoras podem oferecer auxílio 24hrs para a compra de ingressos para shows, peças de teatro e eventos esportivos.
Rede – Muitas companhias fazem convênios com redes de restaurantes, farmácias, academias e clínicas de estética.
Indenização – No caso da detecção de câncer de mama, ovário ou colo do útero, a consumidora pode contar com uma indenização em vida para cuidar bem de sua saúde. Há também serviço de apoio psicológico.
Nutrição – Muitas empresas percebem na mulher o desejo e a necessidade de cuidar do seu corpo e se proteger, levando uma vida mais saudável.
Baby-sitter – Em caso de hospitalização da mãe, se não houver mais nenhum adulto que possa cuidar de seus filhos, o serviço de babá é disponibilizado.

Remoção médica – em caso de acidente ocorrido com a mãe ou seus filhos, é providenciado o contato com a equipe médica da seguradora.

Fonte: Revista Apólice