Marítima quer crescer 20% com Sompo no controle

Hiroyuki Yamaguchi, Hidenori Endo, Mikio Okumura e Luiz Macoto Sakamoto. No meio dessa comitiva nipônica, Francisco Vidigal Eilho, que passará em breve a presidir a seguradora Marítima, parece deslocado. Mas é parte integral do acordo que ampliou os laços entre a Marítima, fundada pela família Vidigal, a Sompo Japan Insurance, uma das maiores seguradoras japonesas, e a Yasuda Seguros, braço brasileiro da Sompo.

A Sompo aumentou sua participação na Marítima de 50% para 88,2%, com a compra de uma fatia das ações da família Vidigal por R$ 200 milhões. Cerca de 1% está nas mãos de minoritários e o restante com a família fundadora.

O que os executivos japoneses vieram detalhar é como fica o “status quo” das seguradoras agora que a Sompo tem o controle da Marítima. Serão mantidas marcas separadas, mas as áreas de “back office” das duas companhias serão integradas.

A promessa é que a Marítima cresça 20% em faturamento neste ano, ante pouco mais de 10% em 2012.0 mesmo avanço é planejado para a Yasuda, disse Mikio Okumura, que vai presidir a Yasuda assim que a compra for aprovada. Segundo ele, um aporte de capital nas seguradoras está nos planos para este ano. (FM)

FONTE: Valor Econômico

Marítima quer crescer 20% com Sompo no Controle