Japonesa Yasuda compra a brasileira Marítima Seguros

Com operação que custou R$ 200 milhões, grupo japonês especializado em veículos terá 88,2% das ações da brasileira
A seguradora japonesa Yasuda anunciou, nesta sexta-feira, a compra do controle da brasileira Marítima Seguros por R$ 200 milhões, de acordo com um comunicado enviado à imprensa. O grupo japonês terá 88,2% das ações da companhia brasileira.

A Yasuda já detinha uma participação de 50% na Marítima, seguradora especializada em proteção para automóveis. A primeira operação de compra ocorreu em julho de 2009 e movimentou cerca de R$ 310 milhões. Pouco antes, a Marítima havia desistido de fazer uma abertura de capital na bolsa de valores.

A aquisição do controle ainda precisa ser aprovada por reguladores do Brasil e do Japão. Como a Marítima também opera com seguro saúde, além da Superintendência de Seguros Privados (Susep), a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) precisa dar sinal verde.

Leia também: Produção de veículos cai em 2012 pela primeira vez em 10 anos, diz Anfavea

IBGE espera vendas melhores de veículos em dezembro

Fundada em 1943, em Santos, litoral de São Paulo, a Marítima pertencia à família Vidigal. Mesmo com a compra do controle, o comando da seguradora seguirá com Francisco Caiuby Vidigal, que será o presidente do conselho de administração, e a presidência da empresa fica a cargo de Francisco Caiuby Vidigal Filho. Até setembro do ano passado, a seguradora teve prêmios de R$ 1,2 bilhão.

Já a Yasuda pertence ao grupo japonês Sompo Japan Insurance, um dos maiores do país asiático, com 18 000 funcionários e 37 escritórios nas Américas, Europa, Ásia e Oceania. No comunicado, o grupo Sompo afirma que o Brasil é “a principal região de crescimento de seus negócios no exterior”.

Fonte: Veja Online

 

Veja0125