Corretor esperto dá assistência ao cliente sempre que ele precisar

O corretor de seguros além de vender o produto especifico para cada perfil de cliente, é também o profissional que presta consultoria e auxilia o segurado nas horas em que ele mais precisa. Porém, em alguns casos o corretor encontra algumas concorrências no dia a dia que fazem o cliente desistir daquele atendimento e procurar novos destinos. Mas o que é necessário para fidelizar este cliente e ser visto sempre como referência de profissionalismo?

O presidente do Ibracor, Roberto Barbosa, afirma que prestar um atendimento diferenciado e 24hrs garante a fidelidade do cliente, principalmente nos casos de sinistros. Teve o sinistro? “Ajude o segurado a resolver o problema. O pior momento para o segurado é a hora do sinistro”.

Se o corretor alivia a carga no momento de trauma para o segurado e passa a frente para resolver o sinistro para ele, se mostra um profissional de atitude e insubstituível. “Ele nunca vai deixar de fazer o seguro com este corretor, para fazer com um gerente de banco, sabendo que na sexta-feira às 17hrs o telefone estará desligado. O corretor esperto fica ao lado do cliente sempre que ele precisar. Tenho clientes com mais de 40 anos de fidelidade”. E garante nunca ter perdido nenhum segurado para o concorrente.

Além disso, para estar a par do mercado e das novidades oferecidas, o corretor precisa buscar treinamento para aumentar o seu conhecimento e aprendizado. Nesse sentido, o presidente daMarítima Seguros, Francisco Vidigal Filho, ressalta que este profissional precisa conhecer os produtos que está vendendo. “Isso é muito importante para o mercado. O corretor tem que estar próximo do segurado e ser um consultor mesmo em todos os sentidos”.

O superintendente Comercial Varejo Nordeste da Tokio Marine, Ronaldo Dalcin, também acredita que este seja o caminho. E garante que o principal é a capacitação. “O corretor que tem capacitação, é um profissional bem visto, que tem a possibilidade de trabalhar com diversos ramos de seguros e certamente terá sucesso em sua carreira”.

Já Barbosa defende que o corretor pode até querer se especializar em um único ramo, mas ao fazer essa escolha, é importante fazer o levantamento desse segmento e tentar ser o melhor. “Além de montar uma estrutura de atendimento ao consumidor que supra todas as necessidades naquele nicho”.

Outro ponto importante é conquistar a confiança do cliente. Muitos profissionais fazem leilão de seguros dentro do mercado e em muitos casos, deixam o segurado na mão. É bom levar o produto por um valor mais acessível? Sim. Mas para isso é imprescindível que este produto atenda as necessidades do cliente. “O corretor não deve fazer leilão. Nós temos que vender o melhor seguro, pelo menor preço”, finaliza Barbosa.
Fonte: Segs – 26/03/2014
0326_Segs